Logon

Newsletter

Nosso destaque - 08/12/2017

Prêmio Prudential anuncia vencedores

Educação e meio ambiente foram as causas defendidas pelos campeões de 2017

Os três vencedores do Prêmio Prudential Espírito Comunitário foram divulgados ontem em uma cerimônia realizada no Teatro XP investimentos, no Leblon, que reuniu mais de 300 pessoas, incluindo os finalistas, seus familiares, representantes das escolas, da seguradora e do mercado de seguros. Os projetos campeões foram eleitos com base nos seguintes critérios: iniciativa, esforço, impacto na sociedade e crescimento pessoal.

O evento foi conduzido pelo radialista e apresentador de televisão, Otaviano Costa, e contou com apresentação musical do Grupo Galpão Aplauso e palestras sobre temas relacionados aos potenciais da juventude para a promoção do voluntariado e geração de emprego para jovens em situação de vulnerabilidade.

O momento mais emocionante da noite foi quando o presidente & CEO da Prudential do Brasil Marcelo Mancini Peixoto revelou os vencedores dessa edição. Confira o resultado!

Medalha de ouro

Evando da Silva Ramos, do Colégio Estadual Francisco de Paula Achilles

Primeiro representante de São Gonçalo a conquistar essa premiação, o jovem é um dos fundadores de um grupo de apoio à escola onde estuda, que arrecada doações e estimula boas práticas entre os alunos. Além disso, participa do projeto de missionários americanos no Brasil, com atuação em diversas comunidades da cidade, com atividades de tradução e recreativas. Com estas iniciativas, já ajudou mais de 200 crianças.

"Tudo o que eu sou devo a uma ajuda voluntária que recebi em 2016. Isso me motiva e me faz querer ajudar outras pessoas. Sendo voluntário, aprendi a ter sentimentos de gratidão e humildade, que estão sempre presentes na minha vida", acentua Evando.


Medalha de prata

Rafael Rabelo de Souza, do CIEP 321 Doutor Ulisses Guimarães

O jovem é um dos coordenadores do Projeto Sociocultural Bandeirantes, que atende crianças e jovens, de três a 20 anos, com o reforço escolar. Dedica parte do seu tempo como educador comunitário e ainda é líder da equipe de comunicação. Além de contribuir com o desempenho escolar, o objetivo do projeto é melhorar o comportamento das crianças e aumentar a afetividade nas relações familiares.

"Com o voluntariado, desenvolvi a maneira de expressar minhas opiniões que antes estavam ocultas. Também deixei de levar uma vida fácil dentro de casa, reduzindo o tempo livre para investir no projeto e percebi que poderia, efetivamente, contribuir com o desenvolvimento das crianças", afirma Rafael.


Medalha de bronze

Lucas Guarnelli Scherpel, do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ)

Junto com seu professor e colegas, participa do projeto "Maracanã e Suas Árvores", que pesquisou mais de 100 árvores presentes na região do Maracanã. Além disso, desenvolveu um aplicativo como forma de compartilhar a sua pesquisa com a população, no qual mostra os dados sobre cada árvore do entorno.

"O que me motiva é conscientizar a população de que a inserção da arborização urbana atuará diretamente no bem-estar das pessoas, bem como na redução de gases poluentes. Além disso, aprendi a correr atrás dos meus objetivos e a não desistir quando encontrar um obstáculo", destaca Lucas.