Logon

Newsletter

Saúde e Bem-Estar - 10/10/2017

Outubro rosa

Participe deste momento de conscientização da importância da detecção precoce do câncer de mama

outubro_rosa_materia.jpg

O Outubro Rosa, mês internacional de conscientização sobre a prevenção e detecção precoce do câncer de mama, chegou relembrando a importância do tema para a sociedade.

De acordo com a mastologista Sandra Gioia, o câncer de mama é a principal causa de morte entre as mulheres em todo o mundo, mas muitas delas podem ser evitadas com informação. “Os tratamentos avançaram muito e o câncer de mama tem cura quando detectado em estágio inicial”, afirma a especialista, destacando a importância de cada um fazer sua parte. “As mulheres com o autocuidado e os homens com apoio e informação”.

Sandra, que é vice-presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia (SMB) na regional Rio de Janeiro, explica que o câncer de mama é mais frequente em mulheres a partir dos 50 anos, mas as estatísticas mostram o crescimento da incidência nas mais jovens.

Um detalhe importante é que, embora raro, o câncer de mama masculino existe e é tão perigoso quanto o feminino. Por falta de informação, pode ser até fatal. Os homens também devem ficar atentos a qualquer alteração na região dos mamilos, como inchaços, vermelhidão, descamação da pele ou inchaço nos linfonodos axilares. “O autocuidado é uma das formas de prevenção e deve começar na juventude para identificação de qualquer alteração, inclusive quem usa próteses”, esclarece. É importante manter a rotina anual de visitas ao médico e a realização de mamografia de acordo com indicação e avalição do profissional de saúde”, recomenda.


Doação de cabelos

Enfrentar a perda dos cabelos, efeito colateral de alguns tipos de quimioterapia, é um dos maiores desafios para as mulheres em tratamento contra o câncer de mama. Doar os próprios cabelos para confecção de perucas é uma atitude simples e eficiente para levantar a autoestima e ajudar na recuperação das pacientes.

Antes de passar a tesoura nos fios, entre no site das ONGs que recebem doações de cabelo e se informe sobre o procedimento para encaminhar suas mechas. Pode ser qualquer tipo de cabelo, com ou sem química ou tintura. As mechas devem ter, no mínimo, 20 cm para a confecção de perucas. O corte pode ser feito com o profissional de sua preferência, mas lembre-se de avisar ao cabelereiro para cortar seu cabelo ainda seco e preso bem firme por um elástico. Guarde o cabelo cortado ainda amarrado num saco plástico para não embolar os fios.

Confira algumas instituições que recebem doações de cabelo: