Logon

Imprensa

27/02/2018

Prudential do Brasil apoiou mais de 54 mil pessoas em 2017

Por meio do seu programa de responsabilidade social, a seguradora reafirma o compromisso com a sustentabilidade e consolida o voluntariado como o foco de suas ações

O programa de Responsabilidade Social Corporativa da Prudential do Brasil impactou aproximadamente 54 mil pessoas nas ações realizadas ao longo de 2017. Tendo o voluntariado como foco, mas não como único pilar, a companhia promoveu a terceira edição do Prêmio Prudential Espírito Comunitário e o Dia Internacional do Voluntariado, pelo 20º ano consecutivo.

A edição 2017 do Prêmio Prudential Espírito Comunitário no Brasil, que reconhece iniciativas de jovens voluntários, registrou recorde de inscrições ao receber 728 projetos, oriundos de 73 instituições de ensino da região metropolitana do Rio de Janeiro. Os três primeiros colocados puderam indicar três instituições para receber as doações de R$ 10.000, R$ 5.000 e R$ 3.500, respectivamente. Os medalhistas de ouro e prata também irão representar o Brasil na cerimônia internacional a ser realizada em Washington DC, nos EUA, em abril de 2018.

Já o Dia Internacional do Voluntariado (IVD – em inglês) reuniu, apenas em 2017, 2,3 mil voluntários que realizaram diversas ações em 35 instituições e beneficiaram cerca de 39 mil pessoas. O diretor de Marketing Office da companhia, Marcelo Eboli, destaca que o voluntariado faz parte da história da Prudential e é um dos pilares do programa de Responsabilidade Social da companhia em todo o mundo. "A doação de tempo e a dedicação em ajudar uma instituição são muito incentivadas e valorizadas aqui na seguradora. Além disso, procuramos reforçar nossa missão como empresa, que é cuidar e proteger as pessoas", afirma.

Na linha de patrocínio cultural, a companhia realizou, pela segunda vez consecutiva, o Prudential Concerts, que promoveu espetáculos de música clássica no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre. Em 2017, em cada cidade, uma orquestra local regida pelo maestro Carlos Prazeres dividiu o palco com artistas convidados como Gilberto Gil, Vanessa da Mata e Daniela Mercury. Ao todo, mais de três mil pessoas foram impactadas diretamente pela ação. A iniciativa contemplou ainda oficinas de música a jovens de baixa renda nas cidades de realização dos shows, sob o comando do maestro. Ao todo mais de 175 jovens participaram das aulas.

A companhia combinou mais uma vez o incentivo social com o cultural ao apoiar o Projeto Som+Eu, da Associação Cultural Amigos da Providência, no Rio de Janeiro. O projeto, voltado para o ensino da música clássica, beneficiou 528 crianças e jovens de baixa renda. Foram realizados 30 concertos em escolas e espaços culturais, além de uma apresentação no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. No total, 4,5 mil espectadores tiveram a oportunidade de ouvir esses novos talentos.

O programa de doações da Prudential do Brasil beneficiou ainda crianças de diversas instituições, entre elas a Make a Wish, que realiza os sonhos de crianças portadoras de doenças graves, e o GRAACC (Grupo de Apoio à Criança com Câncer de São Paulo). Por meio da ação Dotal Criança, que promove a doação de um percentual das vendas do seguro que leva o mesmo nome, a companhia ajudou a Creche Mundo Infantil na comunidade Dona Marta (RJ).                                         

Outra ação foi o Prêmio Kyio Sagakushi Golden Heart Memorial Award (Prêmio Kiyo Sakaguchi Coração de Ouro, em tradução livre), no qual todo ano, em cada operação da Prudential no mundo, um corretor de seguros é reconhecido com este prêmio, destinado a empreendedores de sucesso que ao mesmo tempo são exemplos de ética, humanidade e dedicação às pessoas. Com isso, o vencedor ganha o direito de indicar uma instituição para receber uma doação da Prudential. Em 2017, no Brasil, a instituição beneficiada com essa ação foi a Casa de Recuperação Água da Vida (CRAVI).

Por fim, por meio do Challenge Grant, um programa de premiação em dinheiro promovido pela Prudential Financial que beneficia instituições participantes do IVD ao doar um valor simbólico para apoio ao trabalho dos voluntários, beneficiou 32 projetos no país. Desde a sua origem, em 1996, o Challenge Grant já concedeu mais de US$ 3 milhões para organizações que trabalham em prol de melhorias sociais em todas as operações da companhia no mundo.